domingo, 5 de julho de 2009

Atividades 16, 17, 18 e 19. Painel.


A atividade foi realizada da seguinte forma: pesquisadas e selecionadas as imagens, nos reunimos, distribuímos as imagens sobre a mesa, cada componente comentou sobre cada imagem pesquisada (tendência, período, composição, principais características e as disponibilizou para que os outros colegas apreciassem.




Terminada a apresentação e apreciação das imagens, montamos um painel organizado aleatoriamente, conforme a foto abaixo.

















A partir do painel montado, seguimos para a outra proposta da disciplina: escolher uma das obras e fazer um desenho que se relacione com a estética. O desenho abaixo representa uma releitura das Madonas com seus Bambinos do Renascimento:

Atividade 15. O Ritmo - Paul Klee

Analisamos algumas obras de Klee, como:

- "Momento em Fruchtland" (1929). Aquarela e lápis sobre cartão (45,7 x 30,8 cm). Zentrum Paul Klee, Berna:

























- "O cinza da noite acaba de ir" (1918). Aquarela, pena e lápis sobre papel, colagem sobre cartão (22,6 x 15,8 cm). Zentrum Paul Klee, Berna:























- "Rua principal e ruas laterais":























Percebemos que a cor é o elemento principal presente nas obras de Klee para dar ritmo às imagens. As linhas e as formas em constantes repetições também agregam ritmo, como nessas obras analisadas e, principalmente na última, em que estes elementos reunidos direcionam para um caminho, nos remetendo a uma perspectiva, dando a idéia de uma vista aérea de uma cidade, onde as repetições indicariam as ruas e as construções e a cor azul daria uma representatividade ao último plano, à linha do horizonte.

A ressignificação através de desenho foi realizada a partir da obra Morte e Fogo:




















sexta-feira, 12 de junho de 2009

Atividade 14

Os exercícios de composição propostos na disciplina para estudar os elementos “unidade e variedade” podem agora ser aplicados com o grupo da sua escolha ou com os próprios colegas. Solicite que os membros tragam materiais recolhidos da natureza: conchas, sementes, folhas, pedras, flores, etc. e experimentem organizar várias composições. Escolham duas e trabalhem o desenho com lápis de cor, variando o ângulo de visão.

Como já havíamos introduzido e exemplificado o conteúdo Composição, essa atividade foi mais tranqüila.
O grupo recolheu sementes de grãos, folhas e conchas e realizou a atividade com maior satisfação que a anterior, embora colar partes tão pequenas sobre o papel exigisse um pouco mais de paciência e criatividade.
Os resultados ficaram agradáveis aos olhos:












Atividade 13

Você executou exercícios de composição com papéis coloridos, variando a linha nas categorias de contraste: vertical-horizontal, longo-curto, largo-estreito. Realize essa atividade no ensino formal ou informal e depois disponibilize o resultado.

Iniciamos os trabalhos falando dos elementos visuais e citando imagens e desenhando-os como exemplos. Depois mostramos algumas composições de artistas, as composições que já realizamos nas atividades da disciplina de Percepção e Composição, comparamos os seus planos e as formas como foram feitas. Mostramos como o uso dos elementos visuais é importante na composição de uma obra e como eles transmitem mensagens, idéias, emoções do artista.
A partir daí, apresentamos a atividade Variação da Linha e solicitamos que fizessem as composições nos quadrados 20X20cm, como papéis coloridos.
O grupo realizou a atividade com facilidade e apreciou os resultados.







quarta-feira, 6 de maio de 2009

Atividade 12: Cultura local

Organize um debate com os colegas sobre a diversidade cultural local. Você já construiu um painel com o grupo e já deve possuir muitos dados. Organize esses dados com seus colegas. Para tanto, considere as práticas culturais mais expressivas na música, as festas, o artesanato, a culinária, etc. Proponha a elaboração de um cartaz ou boletim com esses registros.

Dentre essas faces culturais destaca-se na região de Venécia a folia de Reis que é composta por homens mulheres e crianças continuando as tradições, sendo que o papel desempenhado por cada um tem uma grande importância. O mestre geral dos preparativos da folia é o mais velho e o principal elemento do grupo, tem autoridade, é responsável pela cantoria, uniformes, instrumentos e bandeira.
Palhaço: com o papel cônico, simbólico de deboche é a diversão na festa, geralmente apresentam uma habilidade e acrobacia.
Os foliões geralmente de pessoas simples rural, representam à maioria dos participantes da festa.O que faz com que cada grupo não acabe é que cada membro que entra faz o voto de ficar por sete anos e quando esta se esgotando renova e assim vai a vida inteira.Entre os coloridos da roupa, ritmos e instrumentos de percussão a tradição se mantém . Nas fotos e no vídeo vemos essa manifestação que aconteceu no último domingo dia 3/05, na cidade.








video

Diversidade cultural: elaboração de painel

Na atividade anterior, você trabalhou sobre a influência de outras culturas na sua comunidade. Monte agora com o grupo de colegas um painel com o resultado da atividade, separando os trabalhos por categorias. Exemplo: separe os desenhos dos textos e das colagens. - Registre a imagem do painel e disponibilize-a no seu portfolio, compartilhando-a com todos

Numa oportunidade foi desenvolvido com os alunos o trabalho de tingimento de tecido com uma técnica chamada tie dye arte de amarrar e tingir tecidos. O resultado foram lindas cangas, estilo afro. A escola havia recebido a visita de um grupo de São Mateus, que estavam divulgando a cultura local e nos ensinaram a técnica. Nas fotos vemos os resultados.



















sexta-feira, 1 de maio de 2009

Atividade 10:

Organize um debate com os colegas sobre as influências de outras culturas na comunidade onde você vive. Proponha atividades como desenhos, fotografias, produção de textos ou colagem de imagens ao grupo.

Bom, com o próprio grupo em conversa debatemos sobre a cultura do nosso município e percebemos que em São Mateus se destaca a cultura Africana, devido um grande número de pessoas que chegaram no período da colonização que contribuíram com a cultura local influenciando os demais municípios como Vila Pavão, Boa Esperança, Pinheiros e também Nova Venécia.

A cultura Veneciana possui uma mistura de raças, estilo e traços próprios de cada povo que aqui veio habitar.

Em nosso município além da influência italiana, temos também a presença da cultura afro.

Por tamanha rica da cultura local vemos que a escola é um local formado por uma população com diversos grupos étnicos, com seus costumes e suas crenças. Segundo Morin (2001, p. 56):

A cultura é constituída pelo conjunto dos saberes, fazeres, regras, normas, proibições, estratégias, crenças, idéias, valores, mitos, que se transmite de geração em geração, se reproduz em cada indivíduo, controla a existência da sociedade e mantém a complexidade psicológica e social. Não sociedade humana, arcaica ou moderna, desprovida de cultura, mas cada cultura é singular. Assim, sempre existe a cultura nas culturas, mas a cultura existe apenas por meio das culturas.

Diante da diversidade de culturas dentro de diversas culturas é de competência do professor ter claros os objetivos e resultados que pretendem alcançar com uma atividade para que os alunos tenham as mesmas oportunidades, mas com estratégias diferentes.

Uma boa proposta de trabalho e desenvolver no aluno o interesse por sua história, a começar por sua família, se tem alguma relação com a história do município, isso pode ser feito através de entrevistas a pessoas mais velhas, moradores mais antigos.
Esta ação visa fazer com que cada um dos alunos conheça com profundidade a sua cultura. Outra sugestão de atividades seria:

Visita a pontos turísticos da cidade;
Fazer registro fotográfico e comparar com fotos antigas;
Entrevista a moradores;
Pesquisa em arquivos da prefeitura (documentos, fotos etc);
Propor feira com exposição do material pesquisado Ex: Culinária, vestuário local etc...

Atividade 9: Determinismo Biológico

Você iniciou a disciplina Interações Culturais. Pensando na unidade "Determinismo biológico", realize a seguinte atividade: trabalhe com o grupo de colegas ou na comunidade para identificar aspectos biológicos. Deverão ser observados tipos de cabelo, cor dos olhos, da pele, estaturas, etc.. Proponha que as pessoas desenhem umas às outras. Organize com o grupo um painel, identificando esses aspectos e as diferenças que existem.







Foi trabalhado com as turmas o Livro o Menino Marrom de ZIRALDO. Nessa história o personagem"MENINO MARROM" acha que sua cor era a soma de todas as cores, até que ele teve uma grande surpresa ao ser apresentado ao disco de Newtonpor sua professora.

"Sua pele era cor de chocolate. As bolinhas dos olhos pareciam duas jabuticabas: pretinhas. Os cabelos eram enroladinhos e fofos. Pareciam uma esponja."

O interessante do livro é a proposta de observar as diferenças de cada um, cor dos olhos, da pele, cabelo etc.

Atividade: 8 O que é desenho?

No início da disciplina Linguagem Gráfica, você respondeu a essa pergunta. Trabalhe com o grupo de colegas, fazendo-lhes a mesma pergunta.

Durante os estudos realizados até o momento temos deparados com esse questionamento por diversas vezes e percebemos a dificuldade para respondermos essa pergunta.
Afinal, desenho é uma forma de manifestação da arte, o artista transfere para o papel imagens e criações da sua imaginação. É basicamente uma composição bidimensional (algo que tem duas dimensões) constituída por linhas, pontos e forma. É diferente da pintura e da gravura em relação à técnica e o objetivo para o qual é criado. O desenho é utilizado nos mais diversos segmentos profissionais, tornando a arte diversificada a diferentes contextos.
O desenho é a interpretação de qualquer realidade, através de uma representação gráfica. É como uma professora ao alfabetizar, depois de pronunciar o som da letra, ela mostra na lousa como se faz a representação gráfica daquele som.
O professor tem um papel importante na orientação do aluno nesse processo de aprendizagem, não existe uma fórmula mágica que facilite esse processo, fazendo que seus alunos façam verdadeiras obras de artes num instante. Porém o professor pode ajudar nesse caminho, incentivar o aluno a observação, despertando a sensibilidade do olhar. Trazendo o resultado dessa observação para o papel!

Atividade 7: Texturas e desenho

Na atividade 6, foi desenvolvido o tema "texturas" com colagem de materiais diversos e com a percepção tátil. Nesta atividade 7, a sugestão é trabalhar usando "frottage", colocando um papel sobre a colagem dos materiais e esfregando um lápis cera por cima. A superfície dos materiais ficará impressa no papel. Crie outras atividades a partir dessa, dessa vez usando o desenho, ou seja, representando texturas.


Significa três coisas: Escultura sobre Pintura, Superfícies sobre Superfícies e/ou Obras Tridimensionais.

Quem sabe a gente já fez isso brincando e experimentando..."Frotagem (do francês frottage, que significa fricção). Técnica de desenho na qual um papel é colocado sobre qualquer material áspero, como pedaços de madeira ou pedra, e tratado com lápis ou crayon até adquirir a qualidade superficial da substância abaixo. O padrão resultante é em geral utilizado como estímulo à imaginação, servindo como ponto de partida para pinturas que expressam o imaginário subconsciente. Max Ernst foi um pioneiro da técnica, que foi muito usada por outros surrealistas."

Fonte: CHILVERS, Ian. Dicionário Oxford de Arte. São Paulo: Martins Fontes, 1996. p. 202Ilustração: Hivana A. Silva Mendes , aluna da 5ªA - E.E. Benedita Wutke, Campinas- SP


Na atividade foi trabalhada a técnica de confeccionar telas, utilizando com material o papelão,massa corrida, materiais orgânicos, sementes, etc. Os próprios alunos trouxeram o material e realizaram o trabalho focando o tema reciclagem, onde cada aluno criou sua própria tela de acordo com sua criatividade e material que trouxe.

No grupo informal, a atividade foi realizada de forma mais simples: uma folha sobre a atividade anterior e giz de cera de várias cores. Realizamos a técnica frottage e depois fizemos desenhos com lápis de cor representando graficamente diferentes tipos de texturas, conforme mostram as fotos:


Atividade 6: Texturas

O tema "texturas" faz parte da unidade Orientações Espaciais da disciplina Linguagem Gráfica. A nossa proposta é que você trabalhe no ensino formal ou informal com colagem de materiais diversos: rendas, gaze, tecidos de tramas diversas, vegetais secos, sementes, etc. Faça um tipo de arquivo de texturas coladas em papel espesso (tipo Paraná).
Após a secagem, trabalhe no grupo com a percepção tátil.







A atividade foi divertida porque aguça os sentidos, provocando interesse maior. Iniciou-se pedindo para que fechassem os olhos, sentissem com as mãos as texturas da mesa, da parede, do cabelo, da roupa, da pele e descrevessem. Depois usamos o tato também no tapete, no sofá, nos móveis, no chão.
Para exemplificar a textura visual apresentamos imagens de pinturas, depois entregamos uma revista e pedimos para que identificassem as texturas.
Na hora da prática, as crianças utilizaram diversos materiais, como miçangas, canutilhos, gaze, confetes, tecidos, papéis. Ao final pedimos para que experimentassem a textura tátil e falassem como estavam sentindo a superfície.











Atividade: 4 Natureza-morta

Atividade 4 : Na disciplina Linguagem Gráfica, foi apresentado para leitura o texto "Entre o olho e o objeto". A partir dessa atividade, foi proposto o desenho de objetos com o tema natureza morta. Utilize os desenhos que você fez aplicando ponto, linha, plano, como exemplos na aplicação de exercícios semelhantes, no ensino formal ou informal.



A natureza-morta, em particular, é um gênero da pintura onde a composição é fundamental para o resultado final de uma obra de arte. Não apenas a distribuição de objetos e elementos na tela, muitas vezes de forma quase matemática, como as cores escolhidas na aplicação e até as questões sociais envolvidas na temática devem ser analisadas.
Na foto, temos alguns alunos sendo instruídos pela professora a realizarem seus trabalhos inspirados nas obras apresentadas (figuras acima da foto).

quinta-feira, 30 de abril de 2009

Atividade 4: NAtureza Morta






Na disciplina Linguagem Gráfica, foi apresentado para leitura o texto "Entre o olho e o objeto". A partir dessa atividade, foi proposto o desenho de objetos com o tema natureza morta. Utilize os desenhos que você fez aplicando ponto, linha, plano, como exemplos na aplicação de exercícios semelhantes, no ensino formal ou informal.





A aula foi iniciada falando dos elementos e mostrando os materiais (papel colorido, tinta, lápis, cola, tesoura) para depois apresentar as atividades realizadas na disciplina de Linguagem Gráfica. As crianças ficaram muito empolgadas com a realização dessas atividades e utilizaram vários materiais.